Fantasticontos, escritos e literários

Blog para contos de ficção científica, literatura fantástica e terror

RESENHA


O Homem do Castelo Alto – Phillip K. Dick

ÍndiceLivro clássico do autor, escrito originalmente em 1962 e publicado no Brasil em 1971. O período em que foi escrito se constituiu em um dos mais conturbados da história da humanidade principalmente nos aspectos políticos, sociais e econômicos, além do fato de que o país de origem do autor se encontrava em guerra e passava por momentos históricos conturbados.

Nesta trama de ficção, Phillip K. Dick aborda uma realidade diferente, onde no pós segunda guerra mundial, o Japão e a Alemanha saem vencedores do grande conflito. O cenário desenvolvido pelo mestre da ficção científica é aterrador e sombrio. Cita no desenvolver da trama, momentos de discriminação racial, social, genocídios e massacres raciais.

A obra do autor gira em torno de um livro controverso (The Grasshopper Lies Heavy) escrito por um dos personagens e que é proibido no lado alemão do mundo e tolerado no lado japonês, mas lido em toda a parte, principalmente devido a proibição.

São diversos grupos de personagens com enredos intrincados que em um momento final acabam, de algum modo influindo nos destinos uns dos outros. O texto aborda também a questão racial onde os vencidos são considerados como cidadãos de segunda classe e desprezados, negros e judeus exterminados, e latinos desterrados.

Faz-se necessário lembrar que este livro, reflete a realidade existente naquele intervalo histórico, década de mil novecentos e sessenta, e as preocupações da sociedade à época, em especial o holocausto nuclear com o advento das bombas atômicas e de hidrogênio.

É uma leitura agradável, mas complexa, exigindo do leitor uma maior compreensão do texto e aceitação de fatos narrados. Phillip K. Dick procurou dar um desfecho aos personagens principais, mesmo assim ficou muito vago. Chama também atenção os momentos de reflexões e até mesmo de autoanálise de alguns personagens chaves desta trama intrincada. O autor ainda explora os sentimentos éticos que acredita fossem os vivenciados por uma sociedade tão diferente da nossa e também alguns de seus medos. A referida trama é costurada pelo autor com inteligência, encaminhando para um desfecho inesperado.

 

Titulo: O Homem do Castelo Alto.  Em inglês: The Man in the High Castle, by Philip K. Dick

Tradução: Sylvia Escorel.   

Editora: Sabiá Limitada.      Ano: 1971.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado às 18 de novembro de 2013 por em Resenhas e marcado .

A saga de um andarilho pelas estrelas

DIVULGAÇÃO A pedido do autor Dan Balan. Sinopse do livro. Utopia pós-moderna, “A saga de um andarilho pelas estrelas” conta a história de um homem que abandona a Terra e viaja pelas estrelas, onde conhece civilizações extraordinárias. Mas o universo guarda infinitas surpresas e alguns planetas podem ser muito perigosos. O enredo é repleto de momentos cômicos e desconcertantes que acabam por inspirar reflexões sobre a vida e a existência. O livro é escrito em prosa em dez capítulos. Oito sonetos também acompanham a narrativa. (Editora Multifoco) Disponível no site da Livraria Cultura, Livraria da Travessa, Editora Multifoco. Andarilho da estrela cintilante Por onde vai sozinho em pensamento, Fugindo dessa terra de tormento, Sem paradeiro certo, triste errante? E procurar o que no firmamento, Que aqui não encontrou sonho distante Nenhum outro arrojado viajante? Volta! Nada se perde com o tempo... “Felicidade quis, sim, encontrar Nesse vasto universo, de numerosas, Infinitas estrelas, não hei de errar! Mas ilusão desfez-se em nebulosas, Tão longe descobri tarde demais: Meu amor deste lugar partiu jamais!”

Divulgação

Bom dia.
Aproveito este espaço para divulgar o livro da escritora Melissa Tobias: A Realidade de Madhu.

- Sinopse -

Neste surpreendente romance de ficção científica, Madhu é abduzida por uma nave intergaláctica. A bordo da colossal nave alienígena fará amizade com uma bizarra híbrida, conhecerá um androide que vai abalar seu coração e aprenderá lições que mudará sua vida para sempre.
Madhu é uma Semente Estelar e terá que semear a Terra para gerar uma Nova Realidade que substituirá a ilusória realidade criada por Lúcifer. Porém, a missão não será fácil, já que Marduk, a personificação de Lúcifer na Via Láctea, com a ajuda de seus fiéis sentinelas reptilianos, farão de tudo para não deixar a Nova Realidade florescer.
Madhu terá que tomar uma difícil decisão. E aprenderá a usar seu poder sombrio em benefício da Luz.

Novo Desafio EntreContos

Oi pessoal, o site EntreContos - Literatura Fantástica - promove novos desafios, com tema variados sendo uma excelente oportunidade de leitura. Boa sorte e boa leitura.

Publique aqui.

Convidamos você que gosta de escrever contos e mini contos dos gêneros de ficção científica, literatura fantástica e terror a nos enviar seus trabalhos para serem publicados neste site, com os créditos ao autor, é claro.
PARTICIPE!

Divulgação

Prezados leitores e colegas. Faço uso do post para divulgar os trabalhos de nosso colega Luiz Amato no site Wattpad.

Literatura fantástica, ficção cientifica, terror

Espaço dedicado à escrita e leitura deste gênero literário.

Estatísticas do blog

  • 87,369 hits

Arquivos

Categorias

Publique aqui.

Convidamos você que gosta de escrever contos e mini contos dos gêneros de ficção científica, literatura fantástica e terror a nos enviar seus trabalhos para serem publicados neste site, com os créditos ao autor, é claro.
PARTICIPE!

Divulgação

Prezados leitores e colegas. Faço uso do post para divulgar os trabalhos de nosso colega Luiz Amato no site Wattpad.
%d blogueiros gostam disto: